Vibrações em casa: como prejudicam a nossa saúde

Vibracoes em casa: como prejudicam a nossa saude

O ruído que produzem os equipamentos do ar condicionado, aquecimento, as próprias canalizações da água de consumo ou o sistema de tratamento de água da piscina, podem prejudicar a nossa saúde.

Em qualquer divisão das nossas casas podemos encontrar um problema inesperado de vibração. Os diferentes tipos de vibrações que aparecem no ambiente urbano são transmitidos de uma forma geral por maquinaria que normalmente usamos para muitas das tarefas diárias na nossa casa, como pode ser o aparelho de ar condicionado, o aquecimento, as próprias canalizações da água de consumo, a bomba da piscina e um sem fim de equipamentos que as podem provocar. Contudo… de que forma é que podem prejudicar a nossa saúde?

O que são as vibrações?

As vibrações são oscilações de um corpo ou de partículas que circulam à volta de uma posição em repouso. Na sua forma mais geral poderá definir-se como um movimento periódico de um sistema elástico à volta de um ponto de equilíbrio. Os termos corretos para descrever este fenómeno são a frequência, a amplitude e a aceleração. O movimento que impele o objeto vibrante desde que se desloca do seu ponto de equilíbrio até que chega ao ponto mais longe superior, depois inferior chegando ao ponto de equilíbrio, denomina-se ciclo. A quantidade de ciclos por segundo é conhecida por frequência de vibração.

Danos saudáveis das vibrações

A exposição a vibrações não se traduz apenas em algo prejudicial. Sabe-se, no entanto, que esta atividade quando se prolonga no tempo pode provocar graves problemas de saúde, tais como a dor de costas, dor de cabeça, enjoos, síndrome do túnel carpiano, perturbações vasculares, também cervicalgias ou dorso-lombalgias, e espôndilo-artrose da coluna. Esta produz-se por pequenos microtraumatismos repetidos e calcificações dos discos intervertebrais.

Geralmente, este tipo de distúrbios produz-se ao suportar vibrações superiores a 2 Hz. Contudo, a maioria das vibrações que podemos sofrer nas nossas casas não chegam a este valor. Ainda assim, as vibrações menores de 2 Hz, consideradas de baixa frequência, são muito prejudiciais podendo prejudicar igualmente à saúde como disfunções do sistema nervoso central, causar enjoos, náuseas, vómitos, etc.

Prevenção das vibrações

Para evitar estas perturbações existem várias normas reguladoras que ajudam a prevenir a emissão de vibrações. Algumas destas normas proíbem a instalação de qualquer máquina ou dispositivo em movimento de qualquer instalação em ou sobre paredes, tetos, cintas ou outros elementos estruturais de construção, exceto em casos excecionais em que se justifique que não produzem qualquer dano à vizinhança, ou sejam instalados os respetivos elementos corretores, ou que o fecho ou isolamento da atividade respeitante às casas seja suficiente para garantir os níveis estabelecidos.

Se quiserem prevenir de forma eficaz os possíveis danos que possam causar no organismo as vibrações que se fazem sentir nas casas, não hesitem em contactar um técnico que os ajude a isolar a casa das ditas vibrações e a instalar um sistema que as reduza nos equipamentos que as produzem.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Uso de Cookies

Utilizamos cookies próprias e de terceiros para melhorar os nossos serviços e a sua experiência na nossa web, mediante a análise dos seus hábitos de navegação. Se fechar este banner, clicar em algum link ou continuar navegando, dá-nos o seu consentimento para usar as cookies. Pode mudar a configuração ou obter mais informação na nossa Política de Cookies. Aceitar